quarta-feira, 2 de abril de 2014

2° dia de reunião do Copom


Europa alternando entre altas e baixas.

Nos Estados Unidos, teremos um pregão decisivo, após máxima histórica no SP500.

PIB do 4°TRI/13 ante 3°TRI/13 foi revisado para + 0,2% ante + 0,3%.

Notícias de que a China tomará pequenas medias para estimular a economia evitam queda das bolsas mundiais, fonte rádio estatal.

Cobre em alta por causa do terremoto no Chile.

Dados do IBGE divulgados e discurso de Mantega há pouco serão precificados durante o pregão, com foco na produção industrial.

Setor privado dos Estados Unidos criou 191 mil empregos em março, previsão de + 200 mil.

Na agenda do dia ainda teremos encomendas às fábricas nos EUA às 11h e estoques de petróleo às 11h30.

No Brasil, o esperado fluxo cambial às 12h30.

Vale destacar  a alta firme do dólar, variável importante por causa do fluxo externo.


Wagner Caetano
Cartezyan

Nenhum comentário:

Postar um comentário