segunda-feira, 31 de março de 2014

Último pregão de março – Investidores embolsando lucros

Hoje o mercado comemora um mês de excelente rentabilidade para a renda variável.

Mesmo com rebaixamento e menor projeção do PIB, o mercado foi às compras, pois o P/L da bolsa está atraente e o botão foi acionado quando houve sinais de um possível segundo turno nas eleições presidenciais.

Há pouco tivemos um pronunciamento de Janet Yellen, que certamente vai impactar as negociações para o restante do dia, juntamente com a atividade industrial de Chicago, que caiu 55,9 em março, previsão de 60.

Dow Jones perdeu força e trabalha longe da máxima da sessão (16.480).

Notamos que o mercado doméstico tem seguido mais de perto as bolsas norte-americanas, talvez pelo fluxo estrangeiro que está positivo, os estrangeiros voltaram.

O mercado tem força compradora dominante, porém uma correção técnica, até mesmo para permitir que os compradores que ficaram de fora embarquem na recuperação do Ibovespa possam ir à compras é o cenário mais provável.

Na imagem traçamos retrações de Fibonacci entre o topo de outubro e o fundo de março.


Bons Negócios!

Wagner Caetano
Cartezyan

Nenhum comentário:

Postar um comentário