terça-feira, 28 de janeiro de 2014

FLASH: Repique ou Reversão? Eis a questão!

Dólar amplia máximas com suspense sobre meta fiscal de 2014, apesar de ainda estar no campo negativo, mas devolveu boa parte da baixa do início do pregão.

Investidores aproveitando ações a preços atraentes, apesar das tensões com o FED e emergentes.

A questão é se estamos diante de um repique, onde vendidos zeram posições e alguns comprados minguados fazem operação de giro ou uma reversão.

Alguns fundamentos como as compras sistemáticas dos estrangeiros no índice futuro e gráficos indicando ações em suportes importantes indicam reversão.

Porém a aversão ao risco no exterior, dólar reagindo para cima a qualquer sinal de perigo  e viés de baixa no mercado doméstico especialmente por causa de problemas fiscais ainda fazem o fantasma da venda ser temido, o que impede compras com convicção.

Em resumo, temos um mercado indefinido.

Nesse cenário o gráfico faz a diferença e nos diz o seguinte com base no míni-índice futuro contrato WING14:

1.       Abaixo de 48.560, fundo de agosto de 2013, a alta não passa de um vôo de galinha, vendidos colocando o lucro no bolso e comprados operando na mão fraca;

2.       Se romper, consolidar e fechar acima de 48.560, podemos ter uma movimento de alta mais consistente.



Wagner Caetano
Cartezyan

Nenhum comentário:

Postar um comentário