quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

Considerações sobre o FED

As compras de bônus serão reduzidas em mais US$ 10 Bilhões a partir de fevereiro.

Decisão unânime.

Bolsas renovaram mínimas após o anúncio.

No Brasil temos com destaques de baixa nessa quarta-feira bancos, imobiliárias, Petrobras e BM&F.

Na ponta compradora Suzano e Fibria, do setor de celulose, códigos SUZB5 e FIBR3, respectivamente, além de Gerdau (GGBR4), Gerdau Metalúrgica (GOAU4) e Vale, subindo expressivamente, talvez precificando a sondagem industrial PMI da China, que será divulgada essa noite às 23h45.

Chama muito a atenção o fato do Ibovespa Futuro estar trabalhando abaixo do Mercado à Vista.

Desde a rolagem dos contratos de índice futuro em meados de dezembro, havia um Spread de cerca de 300 pontos positivos.

Segue gráfico do Ibovespa à Vista.



Hoje tocou importante suporte em 47.160.

Se perder esse patamar o alvo será 44.100, ponto manjado e comentado pelo mercado.

Porém poderá fazer fundo e repicar nessa região.

Veremos as cenas dos próximos capítulos pós-FED e PMI chinês a partir de amanhã.

Wagner Caetano
Cartezyan

Nenhum comentário:

Postar um comentário