sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

Contagem regressiva

No penúltimo dia de negócios de 2013 no mercado doméstico, investidores operam com cautela.

Bolsas europeias em alta, refletindo o fechamento do mercado norte-americano de ontem.

Índice futuro no Brasil em leve alta, com baixa liquidez.

Futuros nos EUA em leve baixa, à espera dos estoques de petróleo, único indicador de destaque que será divulgado às 13h.

Estrangeiros comprados em 22.060 contratos no mercado futuro de Ibovespa.

Esperamos um pregão morno, com ajustes pontuais de posição.

Bons negócios!

Wagner Caetano
Cartezyan

quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

Cenário intradiário - índice e mini-índice

Gráfico do Ibovespa futuro reflete um mercado cansado na compra.

Podemos observar um movimento de distribuição, que antecede quedas.

No diário temos um canal de alta bem delineado.


No momento o índice está na linha superior do canal.

Na outra imagem, no gráfico intradiário de 60 minutos, temos uma figura baixista sendo desenhada.


A confirmação da figura seria na perda de 51.345, com objetivo em 50.080.


segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

Feliz Natal!

No último pregão antes do Natal aqui no Brasil, temos bolsas europeias e futuros americanos com viés de altaIsso não importa muito, pois nossa bolsa está descolada, porém deverá refletir pelo menos na abertura.

Na agenda do dia, diversos indicadores nos Estados Unidos:

11h30 - renda individual dos cidadãos norte-americanos
11h30 - gastos dos consumidores norte-americanos com bens e serviços
11h30 - núcleo do PCE (medida de inflação)
11h55 - confiança dos consumidores na economia norte-americana

No Brasil teremos a Balança Comercial divulgada às 15h.

No último pregão, estrangeiros trabalharam na venda, finalizando a semana comprados em 20.590 contratos de índice futuro.

Relatório FOCUS divulgado há pouco no Brasil deverá direcionar os negócios ao longo dia, especialmente o dólar (câmbio).


Ibovespa mostra um gráfico vendido e esboça reação apenas se fechar acima de 51.870.

Bons negócios.

Wagner Caetano
Cartezyan

sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

Ibovespa Futuro em baixa e dólar em alta

Ibovespa Futuro em baixa e dólar em alta.

Esse é o cenário para o rebaixamento da União Européia pela agência de classificação de risco Standard & Poor’s e possíveis problemas com liquidez na China.

Europa operando de forma mista e futuros americanos em leve alta.

No rally de ontem estrangeiros finalizaram comprados em 21.113 contratos de índice futuro.

Na agenda do dia destaque para a terceira prévia do PIB norte-americano que será divulgada às 11h30.

Índice Xangai Composto fechou com a 9° sessão seguida de baixa e, apesar da importância reduzida que a bolsa chinesa apresenta, não deixa de ser um sinal importante sobre a economia como um todo.


Chama a atenção o gráfico do Dow Jones, que deixou um candle de indecisão (Spinning Top) colado com a máxima histórica.

Bons negócios!

Wagner Caetano
Cartezyan

quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

O dia depois do FED

Faltando 6 pregões no ano, bolsas mundiais eufóricas após corte de estímulos de US$ 10 Bilhões a partir de janeiro de 2014 pelo FED.

Hoje, mais centrado e racional, teremos uma idéia real de qual será a reação dos mercados.

Ontem tivemos o vencimento dos contratos Z13 (índice futuro) e início do vencimento de fevereiro (G14).

Estrangeiros comprados em 16.060 contratos, responsáveis pela “puxada” de ontem.

Na agenda do dia, destacamos pedidos de auxílio desemprego às 11h30 e depois vendas de imóveis usados, índice do FED da Philadelphia que mede a atividade industrial na região e Leading Indicators, cesta de ações divulgado pela Conference Board nos EUA, todos às 13h.


Ontem a alta foi generalizada, com destaque para o setor de siderurgia e para Eletropaulo (ELPL4), que subiu 16,94% com volume acima da média.

Bons negócios!

Wagner Caetano
Cartezyan

quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

Dia Fe"D"

No dia que vai decidir o rumo das bolsas no curto prazo, Europa e Estados Unidos trabalham em alta e aqui no Brasil o índice Futuro segue o mesmo caminho, porém de forma tímida e pressionado pelo vencimento que ocorre hoje, migração do Z13 para G14 (vencimento de fevereiro).

O dia deverá ser movimentado e volátil.

Estrangeiros comprados em 10.198 contratos de índice futuro, travando um briga forte com os bancos.

Na agenda do dia, destaque para o número de casas que começam a ser construídas e número de autorizações para construção de imóveis nos EUA, às 11h30.

Mais tarde teremos o fluxo cambial no Brasil, às 12h30, indicador que tem mexido forte com as cotações, uma vez que os estrangeiros têm, atuação cada vez mais relevante nos negócios domésticos.

Por fim, às 17h, o FED divulgará sua taxa de juros que não deverá sofrer alterações, sendo que o foco estará voltado para a redução dos estímulos (compra de bônus).

Ibovespa segue vendido e esboçando reação nos últimos pregões, porém essa semana as forças estão equilibradas entre ursos e touros.

Bons negócios!
Wagner Caetano
Cartezyan

terça-feira, 17 de dezembro de 2013

Hoje começa a reunião do FED; amanhã vence o Z13

Bolsas europeias e futuros americanos em baixa nesta manhã de terça-feira.

Vamos ver como irão reagir ao índice ZEW de expectativas econômicas divulgado há pouco na Alemanha, que subiu para 62,0 em dezembro, o esperado era 55,0O índice ZEW de condições atuais avançou a 32,4 em dezembro. Melhor resultado desde abril de 2006.

CPI da Zona do Euro subiu 0,9% em novembro/novembro12 e caiu 0,1% em novembro/dezembro.

Estará no radar dos investidores o 1° dia de reunião do FED, que poderá iniciar a retirada dos estímulos econômicos.

Estrangeiros comprados em 6.816 contratos de índice futuro, lembrando que amanhã teremos vencimento do contrato Z13.

Na agenda do dia destaque para o índice de preços ao consumidor às 11h30 nos EUA e dados da conta corrente norte-americana no mesmo horário. Logo depois, às 13h, sairá a confiança das construtoras por lá.

Vale destacar que hoje, o Instituto Nacional dos Distribuidores de Aço (Inda) fará balanço de 2013 e divulgará as perspectivas para 2014 do setor.

Certamente teremos impacto em ações de siderurgia, como Gerdau, CSN e Usiminas.
Ibovespa e índice futuro recuaram ontem no final e ADRs brasileiras negociadas em NY seguiram o mesmo caminho e fecharam na mínima, exemplo de VALE, projetando uma abertura negativa para hoje.

Bons negócios!

Wagner Caetano
Cartezyan

segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

Hoje na Bovespa: vencimento de opções

Na última sexta-feira os investidores estrangeiros tiraram o pé do acelerador e finalizaram o dia comprados em 5.707 contratos de índice futuro.

Isso explica em parte a abertura em alta do mercado doméstico, juntamente com os PMIs industriais na Zona do Euro, que impulsionam as bolsas européias.

Por outro lado, cautela com a reunião do FED nos dias 17 e 18 e o PMI chinês (HSBC) preliminar caiu de 50,8 em novembro para 50,1 em dezembro limitam as altas nos futuros americanos e aqui no Brasil.

Na agenda do dia destacamos nos EUA a atividade manufatureira em NY (11h30) e a produção industrial e capacidade utilizada (12h15).

No Brasil ainda teremos a balança comercial (15h).

Hoje é dia de vencimento de opções no Brasil, o que trará certa dose de volatilidade, mas nada muito relevante, uma vez que já estamos em ritmo de festa no mercado financeiro.


O gráfico do WINZ13 reflete um mercado vendido e neste momento testando a média móvel exponencial de 5 períodos como resistência.

Abaixo de 49.820 os compradores farão novo suporte no GAP (49.735).

Na perda desse patamar o alvo 48.250 é líquido e certo.

Bons negócios!

Wagner Caetano
Cartezyan

sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

PIB brasileiro acima do esperado impulsiona de leve o WINZ13

Na véspera no vencimento de opções no mercado doméstico, deveremos ter um pregão mais agitado nessa sexta-feira.

Estrangeiros continuam com o pé no acelerador, vendendo de forma constante no mercado futuro.

Ontem diminuíram a posição comprada mais uma vez, de 6.914 para 4.723 contratos de índice futuro.


Leve reação do WIN no pregão de ontem

Prévia do PIB brasileiro acima do esperado (registrou avanço de 0,77% em outubro ante setembro, impulsiona de leve o WINZ13Se esse contrato, que vencerá no dia 18.12, fechar novamente acima de 50.100, poderemos ter um repique e reação dos comprados no curtíssimo prazo, parte do movimento até mesmo por realização de lucros de investidores que estão vendidos, apostando na queda.

Na agenda do dia, teremos o índice de preços cobrado pelos produtores nos EUA, às 11h30.

O foco das bolsas internacionais está na reunião do FED nos dias 17 e 18 de dezembro.

No Brasil a dose extra de adrenalina virá dos vencimentos citados, opções e índice futuro, dias 16 e 18 respectivamente.

Europa e futuros americanos em campo positivo.

Bons negócios!

Wagner Caetano
Cartezyan

quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

Cansaço na compra sinaliza entrada de força vendedora.


Europa fechou o pregão de ontem sinalizando cansaço na compra e hoje temos baixa novamente, com entrada de força vendedora.

Ontem o mercado fechou pressionado pelos vendedores e deverá seguir assim no pregão dessa quinta-feira.

Estrangeiros reduziram a posição comprada para 6.914 contratos de índice futuro, ante 13.257 do pregão anterior.

Fluxo cambial divulgado ontem corroborou com o viés baixista de curto prazo.

Na agenda do dia pedidos de auxílio-desemprego, preços de importação e exportação às 11h30 nos EUA, além do relatório que mede as vendas totais no mercado varejista no mesmo horário na terra do Tio Sam.
Mais tarde, às 13h, será divulgado o nível de vendas e estoques das indústrias e dos setores de atacado e varejo norte-americano.

Como destaques dos acontecimentos dessa manhã de quinta-feira a queda da produção industrial da Zona do Euro que caiu 1,1% em OUT-SET, contra uma previsão de +0,2%.

Bons negócios.

Wagner Caetano
Cartezyan

quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

“Dia D” = O pregão de hoje será decisivo


O pregão de hoje será decisivo, um divisor de águas.

Índice futuro trabalhando numa região lateral entre 50.900 e 51.440Para o lado que romper vai direcionar o mercado até o final do ano.

Vencimento de opções no dia 16 e do índice futuro dia 18 irão apimentar os negócios a partir de hoje.

Estrangeiros continuam na toada de vendas gradativas e ontem voltaram a diminuir a posição comprada no mercado futuro de 15.398 para 13.257 contratos.

Na agenda do dia destaque para o fluxo cambial no Brasil às 12h30 e para o orçamento governamental nos Estados unidos às 17h.

Acordo orçamentário nos EUA aumenta a percepção de que o FED poderá indiciar a redução dos estímulos (compra de bônus) ainda em 2013.

Na Europa o botão de compra continua travado e futuros americanos trabalham em leve baixa.

No mercado doméstico percebemos uma entrada de força vendedora nas ações e compradora no dólar.

Bons negócios!


Wagner Caetano
Cartezyan

terça-feira, 10 de dezembro de 2013

Botão de Compra travou? Até quando?

O botão de compra continua travado na Europa: alta generalizada.

Futuros americanos seguem o mesmo caminho.

Ontem os estrangeiros continuaram suas apostas na venda do índice futuro, que vencerá no dia 18/12, diminuindo a posição comprada de 17.182 para 15.398 contratos.

Na agenda do dia teremos apenas Whosale Inventories nos Estados Unidos, relatório que contém informações sobre as vendas e os estoques do setor atacadista norte-americano às 13h.

Mais uma vez a China dita o ritmo das bolsas ao redor do mundo e não seria diferente aqui no Brasil.

Investimentos em imóveis subiram 19,5% entre janeiro e novembro na comparação anual, vendas de automóveis subiram para um recorde de 2,04 milhões de unidades em novembro, produção industrial subiu 10% em novembro ante novembro de 2012 e vendas no varejo cresceram 13,7% em novembro ante novembro de 2012 na gigante asiático.

A balança está equilibrada, pois temos esse sentimento positivo e cautela de outro, especialmente por causa da reunião do FED dias 17 e 18 de dezembro.
No mercado doméstico vale destacar que a Gafisa concluiu a venda de 70% da empresa de loteamentos Alphaville Urbanismo às gestoras Pátria e Blackstone, por um total de R$ 1,54 bilhão.

Certamente haverá forte impacto nos papéis negociados sob o código GFSA3.


Ibovespa lateral, com leve inclinação altista.

Acima de 51.290 esboça reação, abaixo continua vendido.

Bons negócios.

Wagner Caetano
Cartezyan


segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

Semana decisiva para o fechamento do ano

Em uma semana decisiva para o fechamento do ano para o mercado doméstico, as bolsas europeias e futuros americanos trabalham em caminhos divergentes, sem uma tendência firme, mesmo no intraday.


IBOV em 2013 - gráfico em barras semanais

Estrangeiros trabalharam forte na venda na sexta-feira, reduzindo posição de 23.558 para 17.182 contratos de índice futuro. Essa é uma pista importante e relevante.

Em um dia sem indicadores relevantes os dados chineses certamente irão direcionar o mercado, pois tivemos a balança comercial e dados de inflação divulgados no final de semana. Produção industrial na Alemanha caiu 1,2% OUT-SET, previsão + 0,8%, o que tira a força das bolsas europeias.

Tomando como base o índice futuro no mercado doméstico, acima de 50.900 esboça reação, abaixo disso é venda com convicção.

Bons negócios.

Wagner Caetano
Cartezyan

sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

Futuros americanos em alta firme. Aqui, alta moderada.


Bolsas européias trabalhando em rumos divergentes nesta manhã. Futuros americanos em alta firme.

Ontem os estrangeiros atuaram na venda, terminando o pregão com saldo vendido de 2.639 contratos de índice futuro, diminuindo para 23.558 a posição comprada.

Retrato da Bovespa às 11:28

Mercado doméstico em alta, porém assusta os vendedores somente acima de 50.900, virando para compra se romper e trabalhar sobre 51.410 no índice futuro.

Bolsas mundo afora aguardando o relatório de emprego nos Estados Unidos, que será divulgado daqui a pouco, às11h30.

Mais tarde, com menos relevância, às 11h55, teremos o índice de confiança dos consumidores na economia norte-americana, pesquisa conduzida pela Universidade de Michigan.

Por fim, 18h, o Banco Central dos EUA divulgará o crédito ao consumidor, indicador importante em uma economia com base no consumo pessoal.

Vale destacar que a CVC captou R$ 621 MI com o IPO, o lamentável falecimento de Nelson Mandela e as encomendas à indústria na Alemanha que caíram 2,2% em outubro ante setembro, previsão de -1%.

Cautela para comprados e vendidos, pois o relatório de emprego será crucial para a retirada ou não dos estímulos do FED ainda esse ano.

Bons negócios!

Wagner Caetano
Cartezyan

quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

Índice futuro precifica com leve alta a Ata do Copom, divulgada há pouco no Brasil.

Índice futuro precifica com leve alta a Ata do Copom, divulgada há pouco no Brasil.

A operadora de turismo CVC fixa hoje o peço por ação e sua oferta inicial de ações (IPO), podendo chegar a captar R$ 1 bilhão.

Estrangeiros comprados em 26.197 contratos de índice futuro.

Na Zona do Euro, haverá o resultado da reunião do Banco Central Europeu para definir a política monetária da região às 10h45Nos EUA teremos pedidos de auxílio desemprego e 2 Prévia do PIB às 11h30Mais tarde, às 13h00, saberemos os pedidos feitos à indústria por lá.

A tendência no Ibovespa segue baixista, com pressão vendedora aproveitando altas durante o dia para adicionar posição.


Winz13 vendido, de olho nos fechamento do GAP em 49.735, que deverá ser preenchido entre hoje e amanhã. Apenas um fechamento acima de 50.900 esboçaria reação por parte dos compradores. Como a média móvel exponencial de 5 períodos está na região, dificilmente o mercado conseguirá romper e trabalhar acima desse ponto. Sem sinal de compra no momento.

Bons negócios.

Wagner Caetano
Cartezyan

quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

Ressaca

Mercados mundiais trabalhando sob efeito da pancada recebida ontem, quando tivemos queda generalizada e um típico “Sell Off” no Brasil, com quase a totalidade dos papéis que compõem o Ibovespa fechando em baixa.

Estrangeiros diminuíram a posição comprada em índice futuro de 25.482 para 24.403 contratos.

A agenda do dia será agitada, com sondagem de serviços PMI divulgada no Brasil às 10h e fluxo cambial às 12h30, indicador que tem sido aguardado com expectativa.

Nos Estados Unidos teremos:
  • 11h15 – ADP Employment, relatório que revela o número de postos de trabalho no setor privado.
  • 11h30 – Trade Balance, balança comercial.
  • 13h00 – New Home Sales, número de casas novas com compromisso de venda.
  • 13h00 – ISM Services, índice que leva em consideração a atividade nos negócios, novos pedidos, nível de estoque, ordens de exportação, importação, preço, emprego e número de entrega de fornecedores do nível da atividade não-industrial.
  • 17h00 – FED’s Beige Book, livro bege, relatório sobre a atualidade econômica norte-americana.

Como fatos relevantes que direcionam os mercados nessa manhã vale destacar:

PMI de serviços medido pelo HSBC na China caiu de 52,6 em outubro para 52,5 em novembro.

PMI composto da Zona do Euro caiu a 51,7 em novembro de 51,9 em outubro.
PIB da Zona do Euro cresceu 0,1% no 3°TRI/2°TRI e recuou 0,4% no 3°TRI/3°TRI12.
Ibovespa inclinado para baixa, mirando a região de 49.500, ponto que impulsionou a forte alta de setembro.

Bons negócios.

Wagner Caetano
Cartezyan

terça-feira, 3 de dezembro de 2013

Queda à Vista...

Bolsas europeias em baixa relevante e futuros americanos e metais básicos com viés de venda nessa manhã de terça-feira.

No velho continente o as baixas foram aceleradas após o PPI da Zona do Euro, que recuou 0,5% em outubro ante setembro e caiu 1,4% ate o mesmo mês do ano passado.

Ambas as leituras ficaram abaixo das previsões, de quedas de 0,2% e 1,0% respectivamente.

PMI de serviços na China recuou para 56 em novembro, de 56,3 em outubro.
Investidores estrangeiros comprados em 25.482 contratos de índice futuro.

Na agenda do dia tivemos a divulgação do PIB do 3 Trimestre no Brasil às 9h, com queda de 0,5% em comparação ao 2 Trimestre de 2013.

Em relação ao 3 Trimestre de 2012 houve alta de 2,2%, somando R$ 1,213 Trilhão.

O resultado veio pior que a mediana das projeções, de - 0,20%.

Em resposta aos indicadores acima os investidores penalizam o índice futuro com baixa de 0,7%.

Nos Estados Unidos a agenda é irrelevante, sem destaques, porém a partir de amanhã teremos um batalhão de indicadores que seguirão até a sexta-feira.

Ibovespa abaixo de 51.290 é gatilho mais quedas mais acentuadas.

Bons negócios!

Wagner Caetano
Cartezyan